domingo, 8 de abril de 2012

Menor homossexual espanca a própria mãe

Filho Ingrato: Menor homossexual espanca a própria mãe em Guarabira que também era Lésbica. Eita povo desunido!


Um caso de espancamento foi registrado pela polícia na manhã desta quinta-feira (22) na cidade de Guarabira. O acusado é um menor de idade, de apenas 14 anos; a vítima é a dona de casa de 35 anos de idade, Marizete Gomes dos Santos, mãe do acusado.
As brigas têm sido constantes. Mãe e filho não se entendem há um bom tempo. O adolescente D.G.D.S estava residindo, ultimamente, na casa de uma tia.

O menor disse que, na noite da quarta-feira (21/Março), sua mãe o acusou de ter lhe ameaçada de morte, mandando, inclusive, alguém a assassina-la.

A acusação da mãe deu início a uma discussão entre os dois que resultou no espancamento da vítima. O menor também apresentava sinais de lesões.

Não ficou esclarecido o que de fato motivou a agressão. A informação repassada à polícia de que tudo teve início com um pedido de dinheiro, feito pelo adolescente à mãe, foi cogitada, mas não foi afirmada pelos envolvidos.

Um ponto curioso no caso é que o adolescente disse que não aceita o fato de sua mãe ser lésbica; enquanto que a mãe revelou que seu filho é homossexual, mas que não aceita essa condição.

À nossa reportagem Marizete afirmou que já se envolveu com pessoas do mesmo sexo, mas que hoje, estava libertada, do que ela chamou ser algo diabólico. Acrescentou que não quer que seu filho continue se envolvendo com pessoas do mesmo sexo.

O menor será encaminhado para uma internação provisória. O caso foi registrado como lesão corporal, enquadrado na Lei Maria da Penha, pelo Delegado de policia civil, Dr. Ricardo Sena, responsável pelo inquérito.

Denúncia

Durante a entrevista, Marizete denunciou um funcionário do Hospital Regional de Guarabira, identificado como, Antônio.

De acordo com a denúncia da mãe, o homem costuma frequentar uma lan house no centro da cidade e já saiu com menores. O adolescente teria recebido presentes do homem.











Menor acusado



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...