quarta-feira, 4 de abril de 2012

OS MALES FÍSICOS DO PORNÔ

Quando se abre uma pornografia sozinho, você inicia um processo de masturbação, que é a forma de consumir o pornô. Além de comprometer nervos e músculos, o pornólatra perde uma enorme quantidade de energia do corpo, ficando cansado e atrapalhando seu rendimento. Isso sem falar que ele certamente passa muito tempo com a cara grudada na tela do monitor. E é claro, enfraquece a saúde mental, juntamente com a percepção das coisas.

PARAR ENGORDA?

Não se sabe se os ex-pornólatras ganham peso. Mesmo assim, compensar a ansiedade com comida não deve ser a melhor saída. Beba muita água, pois ela ajuda a eliminar a vontade e a comer menos. Ou tome chá, ou leite, para evitar a insônia e os assaltos à geladeira. Se você acha que tem tendência a engordar, mantenha uma dieta balanceada, rica em frutas, verduras e legumes.

Substituir um vício por outro

Com a ausência das consultas pornográficas o dependente da pornografia costuma diminuiu bastante as horas na frente do computador, da televisão, enfim. Isso provoca um vazio, um buraco na rotina.

Cada um preenche esse vazio de alguma forma. Tanto por razões biológicas, como por voluntárias. Uns comem mais, outros gastam mais telefone, fazem compras, jogam, praticam esporte, lêem, correm, tomam café, rezam, fumam, bebem, vão ao cinema etc…

Tudo pode “viciar”. Por isso que a vida nos cobra temperança em tudo. Cabe só ao bom senso escolher uma prática mais saudável para ficar no lugar do consumo da pornografia. O dependente pode procurar por algo que lhe dê prazer, que nem ela dava antes. Tudo que dá prazer é mais difícil de largar, pois existe apego. Mas com a auto-confiança, fé e determinação, a batalha será mais suave.

Leia estas matérias:
http://veja.abril.com.br/240299/p_096.html
http://www.redepsi.com.br/portal/modules/news/article.php?storyid=3629
http://www1.folha.uol.com.br/folha/treinamento/vicios/te2206200406.shtml

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...