segunda-feira, 11 de junho de 2012

Critérios bíblicos para ser um pastor, presbítero ou evangelista

A Bíblia estabelece em Tito vários critérios para a constituição de obreiros sobre a igreja, pois é em tal epístola que Paulo dá a Tito o dever de consituir presbíteros [ bispos ], na cidade de Creta. É bem certo que a referida carta trata de outros temas, mas fica claro na mesma que o Apóstolo pontua requisitos indispensáveis para que o aspirante ao episcopado seja separado para tal.
A partir do versículo 5 até o 9, do capítulo primeiro, relacionemos os quesitos, pois para Paulo o obreiro deveria ser:
- irrepreensível;
- marido de uma só mulher;
- que tenha filhos crentes, que não são acusados de dissolução, nem insubordinados;
- não arrogante;
- não irascível;
- não dado ao vinho;
 - não violento;
- não cobiçoso de torpe ganância;
 - hospitaleiro;
- amigo do bem;
- sóbrio;
- justo;
- piedoso;
- que tenha domínio de si;
- apegado à Palavra Fiel que é segundo a doutrina, de modo que tenha poder tanto para exortar pelo reto ensino como para convencer os que o contradizem.
 Há ainda outra relação em 1Tm 3.1-13, vários itens lá listados também estão em Tito, mas citemos alguns dos pontos que não são comuns:
- que não seja neófito, para não suceder que se ensoberbeça...;
- ... é necessário que ele tenha bom testemunho dos de fora...
O motivo do post não é para questionar como estão sendo constituídos obreiros hoje, mas para que você pense, medite, leia os textos apontados e examine se deseja mesmo ser um obreiro na casa de Deus.
Os critérios estabelecidos são divinos, e se você se importa mesmo com o Reino, se deseja ardentemente que os rumos daquilo que está desajustado seja ordenado, se critica muito e "sonha" com uma igreja reavidada, comece por aplicar estes conceitos à sua vida.
Por fim, "fiel é a Palavra, se alguém aspira ao episcopado, excelente obra almeja", (I Tm 3.1).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...