quinta-feira, 21 de novembro de 2013

Como vencer em tempos de crise?

Texto Base: “Não que eu o tenha já recebido ou tenha já obtido a perfeição; mas prossigo para conquistar aquilo para o que também fui conquistado por Cristo Jesus. Irmãos, quanto a mim, não julgo havê-lo alcançado; mas uma coisa faço: esquecendo-me das coisas que para trás ficam e avançando para as que diante de mim estão, prossigo para o alvo, para o prêmio da soberana vocação de Deus em Cristo Jesus. Todos, pois, que somos perfeitos, tenhamos este sentimento; e, se, porventura, pensais doutro modo, também isto Deus vos esclarecerá. 3.16 Todavia, andemos de acordo com o que já alcançamos.” Filipenses 3:12-16
 
Introdução: Nós passamos por situações que querem nos parar. E, muitas vezes, no tempo de crise, somos acometidos pelo comodismo ou pela forma enlatada com o que o mundo quer nos achatar. E, então, nós paralisamos. Deixamos de ir além. Não fazemos o que normalmente não faríamos.
 
É chegado o tempo de que ou diminuímos a velocidade e estacionamos ou engataremos uma marcha e aceleraremos pela fé, buscando a direção do Senhor e agindo no sobrenatural.
 
A Bíblia está repleta de exemplos de pessoas que tinha motivos para retroceder. Tudo levava a isso. Mas elas acabaram avançando no sobrenatural e Deus foi com elas.
 
Vamos ver alguns exemplos?
 
1) Diante do Rio Jordão – ou passariam o rio ou voltariam a peregrinar.
“... Provede-vos de comida, porque, dentro de três dias, passareis este Jordão...” Josué 1.11
No deserto, a porção do maná era diária, não podendo ser guardado para os dias seguintes, mas Josué, em atitude daquele que avança no sobrenatural, quebrou a regra.
“Levantou-se, pois, Josué de madrugada... Sucedeu, ao fim de três dias, que os oficiais passaram pelo meio do arraial e ordenaram ao povo, dizendo: Quando virdes a arca da Aliança do SENHOR ... Não vos chegueis a ela, para que conheçais o caminho pelo qual haveis de ir, visto que, por tal caminho, nunca passastes antes.” Josué 3.1-4
Quando avançamos, prosseguindo para o alvo:
· Precisamos de disposição - Josué teve disposição levantou-se de madrugada (v. 1);
· Há a presença de Deus – a arca da Aliança do Senhor estava presente (v. 3);
· Somos guiados a caminhos novos – seriam conduzidos a caminho que não haviam passado antes (v.4).
2) Ao redor de Jericó – ou rodeariam a cidade e gritariam ou não conquistariam.
“Ora, Jericó estava rigorosamente fechada por causa dos filhos de Israel; ninguém saía, nem entrava. Então, disse o SENHOR a Josué: Olha, entreguei na tua mão Jericó, o seu rei e os seus valentes. Vós, pois, todos os homens de guerra, rodeareis a cidade, cercando-a uma vez; assim fareis por seis dias. Sete sacerdotes levarão sete trombetas de chifre de carneiro adiante da arca; no sétimo dia, rodeareis a cidade sete vezes, e os sacerdotes tocarão as trombetas. E será que, tocando-se longamente a trombeta de chifre de carneiro, ouvindo vós o sonido dela, todo o povo gritará com grande grita; o muro da cidade cairá abaixo, e o povo subirá nele, cada qual em frente de si.” Josué 6.1-5
Quando avançamos, prosseguindo para o alvo:
· Deus entregará a conquista em nossas mãos (v. 2);
· Em alguns momentos, apenas estaremos por perto – rodearam a cidade (v. 3);
· Às vezes, teremos de ter atitudes diferentes e ousadas – gritaram (v. 5) ;
· Aquilo que era grande obstáculo cairá diante de nós e nos servirá de degrau (v.5).
3) Diante do Mar Vermelho – ou avançariam e atravessariam o mar ou morreriam.
“Moisés, porém, respondeu ao povo: Não temais; aquietai-vos e vede o livramento do SENHOR que, hoje, vos fará; porque os egípcios, que hoje vedes, nunca mais os tornareis a ver. O SENHOR pelejará por vós, e vós vos calareis. Disse o SENHOR a Moisés: Por que clamas a mim?
Dize aos filhos de Israel que marchem.” Êxodo 14.13-15
Quando avançamos, prosseguindo para o alvo:
· Há livramento de Deus (v. 13);
· Deus agirá a nosso favor (v. 14);
· Lamentar as dificuldades com Deus não resolve, mas seguir em frente, sim (v. 15).
4) Em terra estranha – ou Ester falaria com o Rei ou todos os judeus morreriam.
Vai, ajunta a todos os judeus que se acharem em Susã, e jejuai por mim, e não comais, nem bebais por três dias, nem de noite nem de dia; eu e as minhas servas também jejuaremos. Depois, irei ter com o rei, ainda que é contra a lei; se perecer, pereci.” Ester 4.16
Quando avançamos, prosseguindo para o alvo:
· Devemos ter atitudes espirituais (v. 16);
· Precisamos ter nos dispor (v. 16).
5) No vale – ou Davi enfrentaria o gigante ou seriam derrotados e mortos.
“.. teu servo irá e pelejará contra o filisteu.” 1 Samuel 17.32 “Saul vestiu a Davi da sua armadura, e lhe pôs sobre a cabeça um capacete de bronze, e o vestiu de uma couraça... E Davi tirou aquilo de sobre si... ” 1 Samuel 17.38-39 “... eu, porém, vou contra ti em nome do SENHOR dos Exércitos...” 1 Samuel 17.45
Quando avançamos, prosseguindo para o alvo:
· Somos valentes e encaramos os grandes desafios (v. 32);
· Não precisamos de apetrechos que nos embaraçam (v. 39);
· Vamos em nome do Senhor (v. 45).
6) No Getsêmani – ou Jesus se ofertaria ou toda a humanidade pereceria.
“Tornando a retirar-se, orou de novo, dizendo: Meu Pai, se não é possível passar de mim este cálice sem que eu o beba, faça-se a tua vontade.” Mateus 17.42
.
Se Jesus não fosse em frente, o que seria de nós???
 
É tempo de alargar as fronteiras, seguir em frente, avançar.
 
“Jabez invocou o Deus de Israel, dizendo: Oh! Tomara que me abençoes e me alargues as fronteiras, que seja comigo a tua mão e me preserves do mal, de modo que não me sobrevenha aflição! E Deus lhe concedeu o que lhe tinha pedido.” 1 Crônicas 4:10
 
 
Pr. Flávio Nunes
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...