terça-feira, 3 de abril de 2012

Marido que Ama com Atitudes



“Poe-me como selo sobre o teu coração…” Ct8.6

Nós corremos com tantas coisas, nos preocupamos com pessoas que nem sempre se importam conosco e assim vamos vivendo a vida tentando agradar a tanta gente.

Mas tem uma pessoa muito próxima de nós a quem chamamos de “minha esposa”, “minha mulher” e alguns de nós, ainda que no bom humor, a tratam de “dona encrenca”, “dona da pensão”, a quem devemos a maior consideração e cuidado.

Dentre as relações humanas, ela deve ser a pessoa mais importante, é de quem eu não posso me esquecer jamais.

Podemos até negligenciar algumas coisas, mas ela não pode ser negligenciada de forma alguma, ela merece o melhor da nossa dedicação e apreço.
E mais, tudo que eu lhe fizer de bom, o retorno é imediato. Veja que com um investimento pequeno o retorno é muito bom, então, que haja fartura de elogios honestos e oportunos.

Você já reparou que elogiamos tantas pessoas que nos são assim mais distantes, pessoas com as quais mantemos relacionamentos superficiais e esporádicos. No restaurante você agradece ao garçom e elogia a comida, no posto de gasolina agradece e deseja um bom dia ao frentista, e assim por diante. Isso tudo é importante, mostra nossa educação e amor pelas pessoas.

Mas o nosso melhor deve acontecer dentro de nossa casa, no trato com a esposa. Ela deve receber de nossa parte os melhores elogios , agradecimentos. Ela deve ser a pessoa mais estimulada e encorajada das nossas relações.

Não estou dizendo que os meus companheiros devam virar “um meloso”, porque aí é lisonja interesseira e perde o seu valor, mas o elogio sincero, esse tem peso.

Puxa vida, às vezes queremos uma noite memorável de amor, e como gostamos disso. Mas uma grande noite de amor começa ao amanhecer do dia, com um bom e gostoso abraço, uma palavra que semeie alegria, uma declaração que reafirma o amor.
Permita-me ensinar um segredo pra você, sabe aqueles dias, que todo mês vem, pois então, é nesse período que ela mais precisa ser abraçada. Um abraço assim pode até curar a TPM.
E não só isso, um abraço gostoso, bem demorado, cura a depressão, mau humor, ressentimentos e outras coisas mais.

Quando você a abraça estando ela “naqueles dias”, a leitura que ela fará é a seguinte: “Ele me ama independente do que eu posso lhe oferecer.”.
Alguém disse: “Me ame quando eu não merecer, pois é aí que vou precisar do seu amor”, então, é isso! Simples e fácil, mas com um poder curador incrível.

E quando você estiver longe dela, numa viagem ou um trabalho fora, traga um presentinho para ela, alguma coisa ainda que de pequeno valor monetário, mais que trará no seu bojo um valor emocional fantástico. Sabe o que ela vai pensar: “Ele esteve longe, perto de outras mulheres, mais foi de mim que se lembrou e foi para mim que voltou”.

Experimente e veja o resultado que trará.

Na lide pastoral uma esposa disse: “Pastor, ele passa o sábado inteiro lavando, esfregando e polindo aquele carro, fico enciumada e desejo estar no lugar daquele automóvel menos uma vez por mês”. Já imaginou isso?

Você foi chamado por Deus para cuidar dela, portanto não despreze a missão, pois acrescentará longos anos de bom relacionamento.

Pr. Ismael

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...