quarta-feira, 4 de abril de 2012

Vencendo a Prostituição

Coríntios 6:13 Os alimentos são para o estômago, e o estômago, para os alimentos; mas Deus destruirá tanto estes como aquele. Porém o corpo não é para a impureza, mas, para o Senhor, e o Senhor, para o corpo.

Aqui menciona que o nosso corpo não é para a impureza e sim para o Senhor e o Senhor para o corpo, isso por que o nosso corpo é o santuário do Espírito Santo (1 Co 3:16; 6:18,19)

E a prostituição é um dos piores pecados que um crente pode fazer, por que ele estará usando o santuário de DEUS e o membro do corpo de Cristo para um ato imundo e impuro, que DEUS tanto detesta ao ponto de aniquilar completamente a cidade de Sodoma e Gomorra

O sexo, do ponto de vista bíblico, é um dom de Deus dado ao ser humano com três propósitos:

Primeiro, com o objetivo de procriar. Disse o Senhor: …”Sede fecundos, multiplicai-vos, enchei a terra e sujeitai-a”… (Gênesis 1:28)
O segundo propósito é que o sexo servisse como um veículo de unidade física, mental e espiritual entre marido e mulher. Pois afirma o Criador: “Por isso deixa o homem pai e mãe, e se une a sua mulher, tornando-se os dois uma só carne”.
O terceiro propósito porque Deus criou o sexo e o entregou ao ser humano, é para que fosse uma fonte de prazer físico. Veja o que diz a bíblia: “Seja bendito teu manancial, e alegra-te com a mulher da tua mocidade, corça de amores, e gazela graciosa. Saciem-te os seus seios em todo o tempo; e embriaga-te sempre com as suas carícias”. (Provérbios 5:18, 19)

Prostituir-se = entregar-se à vida de devassidão; tornar-se devasso, corromper, desmoralizar, desonrar, degradar, aviltar. Um juiz que se deixa corromper, prostitui a justiça. Fig.: Desonrar-se; aviltar-se praticando ações vergonhosas ou indecorosas, sacrificar a sua honra, a sua dignidade; perder o brio, rebaixar-se.

No grego : “Porneia” ( de onde se origina a palavra “pornografia”) = prostituição, fornicação ( vários tipos de relação sexual ilícita) .

Um espírito ( demônio) de prostituição : Os 3: 5 – ” As suas ações não lhes permitem voltar para o seu Deus; porque o espírito da prostituição está no meio deles e não conhecem ao Senhor. ”

É uma obra da carne que é prostituição : Gl 5:19 – “Ora, as obras da carne são manifestas, as quais são : a prostituição, a impureza, a lascívia…” (Impureza = imoralidade, más intenções; refugo, podridão.)

Fatores que Influenciam no Contexto Atual:

?A revolução sexual (sexo “livre”; campanhas de distribuição de anticoncepcionais; aborto; movimento “gay”, etc.). .

?A despersonalização da sociedade junto com um vazio generalizado no homem à procura de intimidade, realização, satisfação)

?A destruição da família (perda do significado de compromisso, de sexo no casamento, da família nuclear) ?O silêncio da família sobre questões sexuais (pesquisa: 75% nunca ouviram NADA dos seus pais sobre sexualidade!)

?O silêncio da igreja (tensões, conflitos, fracassos e frustrações escondidos; culpa; legalismo vs. libertinagem)

A Igreja de Corinto

Paulo entrou em contato com a cidade de Corinto e estabeleceu nela uma comunidade cristã ao redor do ano 51-52 d.C., quando Gálio16 (Lúcio Júnio Galeão Aneano), irmão de Sêneca, governava a Acaia. A cidade era a capital romana da Acaia, responsável pela organização dos jogos do istmo e uma das mais importantes cidades portuárias do mundo antigo. Seu comércio e prosperidade atraiu todo tipo de pessoa de modo que a cidade era a menos grega das cidades gregas e a menos romana das colônias romanas. Era uma encruzilhada das civilizações e culturas do mundo antigo.

A Corinto do primeiro século da era cristã era uma colônia romana, pois a cidade grega foi arrasada pelos romanos em 146 a.C. e reconstruída em 44 a.C. Apesar do culto a muitas divindades, no tempo de Paulo, a cidade ainda era um centro de adoração a Afrodite: Deusa do amor do sexo livre. no topo do Acrocorinto se encontrava o templo da deusa com imagens dela, de Hélio e de Eros Deus grego do amor.Mais voltado ao homossexualismo.

No que diz respeito à sexualidade, Corinto tinha má reputação, conforme os atenienses divulgavam.

O provérbio: OU PANTOS ANDROS ES KORINTHON ESTH’ HO PLOUS, “A viagem a Corinto não é para todo homem”, sugeria que o ambiente era repleto de vícios. Os problemas da igreja na questão da sexualidade eram grandes em uma cidade com tal fama.

Tais pecados são severamente condenados nas escrituras e colocam o culpado fora do reino de Deus (Rm. 1.24-32; I Co. 6.9,10; Gl. 5.19-21).

A sexualidade em si não é pecado, mas as pessoas abusam e pervertem o sexo, usando o de modo pecaminoso, errado, impróprio. Quase todos os pecados nós vencemos, encarando-os, confrontando-os,tendo como base a Palavra de Deus, mas quanto aos pecados do sexo, deles a Bíblia diz: “Foge”. Parece que a mais potente arma de Satanás nestes últimos dias é a imoralidade sexual.

Os pecados do sexo, mais comuns da presente geração:

a) Adultério: um pecado sexual cometido por solteiros e casados.

b) Fornicação (gr. porneia): ampla variedade de práticas sexuais, pré ou extra matrimoniais. Tudo que significa intimidade e carícia fora do casamento é claramente transgressão dos padrões morais de Deus. (Lv.18.6-30; 20.11,12,17,19-21; I Co. 6.18; I Ts. 4.3).

c) Permissividade: um pecado mais praticados por solteiros.

d) Homossexualidade: atração erótica entre indivíduo do mesmo sexo.

e) Pornografia: literatura obscena, vista, lida, falado, ouvida, comumente chamada de “arte”.

f) Masturbação: “Provocar o gozo venéreo pelo contato das mãos”. Talvez você pense que pode, com a masturbação, experimentar certo grau de satisfação sexual: todavia, esse hábito certamente afastará você do propósito com que Deus lhe conferiu os poderes sexuais. I Co. 3.17.

g) Sodomia: perversão sexual… sexo anti-natural; pervertido; anormal como: sadismo; masoquismo; fetichismo; voeirísmo; bestialismo; incesto; pedofilia; gerofilia; tara. Entre as taras estão a analfilia; amilofilia; felatofilia (Assedio) ; estupro, etc.

h) A imoralidade e a impureza sexual não somente incluem o ato sexual ilícito, mas também qualquer prática sexual com outra pessoa que não seja seu cônjugue. Qualquer intimidade sexual entre jovens e adultos solteiros e pecado contra a santidade de Deus e o padrão bíblico da pureza. Deus proíbe, explicitamente, “descobrir a nudez” ou “ver a nudez” de qualquer pessoa a não ser entre marido a mulher legalmente casados (Lv. 16.6-30; 20.11,17,19-21.)

i) Lascívia (gr. aselgeia): denota a ausencia de princípios morais, principalmente o relaxamento pelo domínio próprio que leva à conduta virtuosa I Tm 2.9. Isso inclui a inclinação à tolerância quanto a Comunidade Cristã Internacional Atos 29

“Prostituição” (gr. pornéia), i.e., imoralidade sexual de todas as formas (adultério, fornicação, homossexualidade, lesbianismo, etc). Isto inclui, também, gostar de quadros, filmes ou publicações pornográficos (Mt 5.32; 19.9; At 15.20,29; 21.25; 1Co 5.1).

“Impureza” (gr. akatharsia), i.e., pecados sexuais, atos pecaminosos e vícios, inclusive maus pensamentos e desejos do coração; inclui vida devassa e atos impuros (Ef 5.3; Cl 3.5).

Pecados sexuais do casal casado

O QUE O CRISTÃO NÃO DEVE FAZER NA CAMA COM SEU CÔNJUGE:

-Sexo anal, pois é sodomia;

-Swing: Troca de casais

Sadomasoquismo refere-se a relações entre tendências diferentes entre pessoas buscando prazer sexual.


O sadismo é a tendência em uma pessoa que busca sentir prazer em impor o sofrimento físico e moral a outra pessoa.

O masoquismo é a tendência oposta ao sadismo, é a tendência em uma pessoa que busca sentir prazer em receber o sofrimento físico e moral de outra pessoa.

-Sexo forçado,com violência, ainda que o outro consinta, pois se não há equilíbrio e moderação torna-se uma perversão, que alimentada tende a aprofundar-se podendo chegar ao extremo que a morte. Coisas degradantes, vexatórias, humilhantes, que subjugam o outro como sadomasoquismo mais pesado, agredir física ou verbalmente, ameaçar, obrigar a praticar atos impróprios como lamber coisas,etc. Obrigar o outro continuar transando quando já não tem mais desejo ou já se tornou sem prazer, -tudo aquilo que o outro não aceite, como forçar o outro para o sexo oral ,sexo na menstruação,etc.


-Estupro, atentado violento ao pudor ( ato libidinoso diverso da conjunção carnal).Mesmo que praticado contra a esposa,caso ela não consinta,é crime, portanto, pecado.


-Sexo com animais (zoofilia);


-Pornografia, mesmo aqueles casos que se diga que o casal de atores eram casados ou “evangélicos”, por exemplo, assistir filme pornô a título de melhorar a relação.


-sexo antes do casamento,


-sexo fora do casamento,


-sexo com perigo de contagio de doença. Praticá-lo quando sabe estar com doença venérea.

-exibicionismo,como mandar a esposa se exibir para outros homens, vestindo roupas ousadas e provocantes,etc


-masturbação solitária, fantasiando outras pessoas que não o cônjuge;

-fantasiar estar com outros mesmo estando com o cônjuge;

-Adultério autorizado por parte de um dos cônjuges. É comum um dos cônjuges para satisfazer o parceiro autorizá-lo a manter relacionamento extra-conjugal, seja na presença do cônjuge ou na ausência.


-Relacionamento sexual em via pública, para fim de exibicionismo e de prática de sexo com perigo de flagrante;


-A estimulação por contato sexual com fezes;


-Urofilia, estimulação sexual com uso de urina do parceiro
.

A sexualidade é criação de Deus, para o prazer e deleite dos casais, porém , há limites, deve ser vivido dentro daquilo que o senso comum diz que é aceitável, Quando há violência, agressão, constrangimento, dor, vergonha, ou quando o ato é declaradamente pecaminoso, como é o caso do sexo anal, com animais, com parentes,etc…, fuja dele.

Todo os tipo de perversão são possíveis de cura , seja através do Poder de Deus, ou do empenho pessoal, seja através de terapia e medicação, busque a libertação dessa prisão.

Todos os desejos impuros e as paixões degradantes são pecados graves aos olhos de Deus por serem transgressões da lei do amor (Ex. 20.14) e profanação do relacionamento conjugal. Tais pecados são severamente condenados nas escrituras e colocam o culpado fora do reino de Deus (Rm. 1.24-32; I Co. 6.9,10; Gl. 5.19-21).

Quase todos os pecados nós vencemos, encarando-os, confrontando-os, tendo como base a Palavra de Deus, mas quanto aos pecados do sexo,deles a Bíblia diz: “Foge”. Parece que a mais potente arma de Satanás nestes últimos dias é a imoralidade sexual.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...